Convergência debate a Regionalização – um imperativo nacional e constitucional

No próximo dia 18 de Outubro, pelas 15:00 horas, tem lugar um encontro/debate virtual sobre a Regionalização. Este encontro destina-se a todos/as camaradas de todos o país. Trata-se do contributo convergente para que o Bloco assuma de vez a Regionalização como bandeira inadiável. A participação na VideoConferência promovida pelo Grupo de Trabalho Regionalização é livre e realiza-se através da seguinte ligação (basta clicar em cima):https://videoconf-colibri.zoom.us/j/89664447845?pwd=TFNlazFwamFQTTYyWHAyQkJ2UFR6Zz09   Continue a ler Convergência debate a Regionalização – um imperativo nacional e constitucional

Designação de presidentes CCDR por colégio de autarcas não defende nem aprofunda a democracia local

Mais de 40 anos após o início da eleição democrática das autarquias, que permitiu melhorar as condições de vida das populações ao nível das necessidades básicas, começa a ser urgente fazer algum balanço e sermos mais audazes nas exigências que fazemos ao Poder Local em Portugal. Um pouco por todo o lado, começam a surgir tendências para um certo autoritarismo presidencial e até para a … Continue a ler Designação de presidentes CCDR por colégio de autarcas não defende nem aprofunda a democracia local

CML condena por unanimidade atos racistas e xenófobos e declara Lisboa cidade antirracista

Em reunião de Câmara Municipal de Lisboa (CML), hoje realizada, foi votada e aprovada por unanimidade (PS+CPL, CDS, PSD, PCP e BE) uma moção de condenação de atos racistas e xenófobos recentemente ocorridos na região de Lisboa, da iniciativa da vereadora Paula Marques (CPL), também subscrita posteriormente pelo presidente Fernando Medina e pelos vereadores João Paulo Saraiva (CPL), Miguel Gaspar (PS), Ricardo Veludo (PS) e … Continue a ler CML condena por unanimidade atos racistas e xenófobos e declara Lisboa cidade antirracista

Abaixo o presidencialismo municipal!

A atual pandemia Covid-19, veio expor e acentuar as enormes desigualdades económicas e sociais existentes na nossa sociedade, a desproteção social e precariedade laboral que já se viviam, ou o enfraquecimento que foi imposto aos serviços públicos durante anos, que a crise não é democrática atingindo de forma violenta os mais frágeis, mas veio também evidenciar, uma vez mais, o corrosivo “Presidencialismo Municipal” para as … Continue a ler Abaixo o presidencialismo municipal!

Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia

O Dia Internacional contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia, anualmente assinalado a 17 de Maio, comemora o dia em que a Organização Mundial da Saúde, em 1990, desclassificou a homossexualidade como um distúrbio mental, passo importante na luta contra as discriminações a que tem estado historicamente sujeita. Apesar das conquistas que têm sido alcançadas, o medo, a violência e a discriminação continuam a ser fortemente … Continue a ler Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia

Da sobreprodução teórica à subprodução estratégica da esquerda

Outra maneira de fazer política passará por procurar formas de refazer partidos ou movimentos de massas num processo que trate de integrar democraticamente as próprias massas no processo de elaboração, de protagonismo e de acção política, de maneira a que as estruturas mediáticas e institucionais dos mesmos represente realmente grupos sociais cada vez mais amplos. O que deverá ser específico à esquerda é a sua ligação estrutural e orgânica às lutas sociais. Nesse sentido, é importante não pensar a luta social como um fenómeno que surge de forma mais ou menos espontânea ou inorgânica na sociedade, tendo os partidos de esquerda que dar uma resposta institucional ao que esta exige. A luta política e institucional é somente um dos flancos da luta pela hegemonia, isto é, pelo poder e pela transformação social. Continue a ler Da sobreprodução teórica à subprodução estratégica da esquerda

CELEBRAÇÃO & REVOLUÇÃO

Encontro Online: Dia 25 de Abril, 17:00 horas  Liga-te aqui para juntos celebrarmos o 25 de Abril com: Mário Tomé | Constantino Piçarra | Margarida Moleiro | Maria Fernanda de Abreu |José Leitão … e todas/os mais que se juntarem. Grândola, vila morena/Terra da fraternidade/O povo é quem mais ordena/Dentro de ti, ó cidade! Ligação direta ao Encontro Online, sábado,17:00 horas: https://meet.jit.si/25Abril2020 Continue a ler CELEBRAÇÃO & REVOLUÇÃO

Se um elefante incomoda muita gente, um padre na UDP incomoda muito mais! – por Mário Tomé

O Padre Max morreu na luta pela Constituição promulgada no mesmo dia em que ele morreu. Morreu, veja-se lá, pelo direito fundamental à greve, ao protesto, à desobediência, à resistência. Direitos metidos num saco escuro e ameaçador chamado Estado de Emergência. Por estes direitos, referência máxima da democracia, morreu hoje o Padre Max. Continue a ler Se um elefante incomoda muita gente, um padre na UDP incomoda muito mais! – por Mário Tomé

Porquê votar a favor do estado de emergência? – por Pedro Soares

São precisas medidas sociais e económicas robustas para enfrentar o que aí vem e já começa a acontecer. Mas essas medidas não vão cair do céu. Vai ser necessário lutar para que aconteçam. As diferenças sociais também não acabaram, pelo contrário, tenderão a agravar-se. Por muito que custe a alguns, o vírus não eliminou a luta de classes que “e pur si muove!” Com este cenário, precisamos no imediato de diminuir o contacto social, mas não devemos permitir que nos diminuam a democracia. Continue a ler Porquê votar a favor do estado de emergência? – por Pedro Soares