Propostas de alteração aos Estatutos do Bloco

No âmbito do processo preparatório da XII Convenção Nacional do Bloco de Esquerda, os e as aderentes podem, até dia 22 de Março, apresentar propostas de alteração aos Estatutos. Este é um momento já habitual em todas as Convenções e de inquestionável importância, onde a participação dos e das aderentes deve ser incentivada. A nossa participação deve visar, proteger e ampliar as garantias democráticas e … Continue a ler Propostas de alteração aos Estatutos do Bloco

TRAÇOS DE BALANÇO POLÍTICO ÀS PRESIDENCIAIS 2021

O grave quadro pandémico que o país atravessa não podia deixar de condicionar as eleições presidenciais e constituir um dos temas centrais da campanha. Era impossível partir para este processo eleitoral sem fazer esta ponderação. As eleições realizaram-se na sequência de nove declarações de Estado de Emergência, uma situação de exceção constitucional nunca ocorrida, e num contexto de aprofundamento de uma crise sanitária com consequências … Continue a ler TRAÇOS DE BALANÇO POLÍTICO ÀS PRESIDENCIAIS 2021

Marisa Matias é a nossa candidata!

A mobilização cidadã nas próximas eleições para a Presidência da República (Janeiro 2021) deve ter como objetivo o reforço de um polo à esquerda com autonomia, capacidade de diálogo e de ouvir quem trabalha, com um programa político claro de mudança e de resposta aos problemas estruturais da nossa sociedade. A polarização que interessa neste importante debate nacional é entre programas políticos, não é entre … Continue a ler Marisa Matias é a nossa candidata!

Neste Orçamento Suplementar tem de haver uma linha vermelha: a da austeridade

A linha vermelha deste Orçamento Suplementar é a austeridade. Cortes nos rendimentos do trabalho ou nas pensões, congelamento de carreiras, bloqueio nas atualizações salariais ou recuo no investimento público é agravamento da austeridade, significará mais desemprego, mais empobrecimento e menos economia. É a austeridade de que conhecemos as consequências.
O papel da esquerda é o de exigir que ninguém fique para trás. Não se podem negociar migalhas para viabilizar Orçamentos. Só com propostas robustas, sem austeridade e garantia de avanços sociais fortes podemos responder à crise e à fome. Continue a ler Neste Orçamento Suplementar tem de haver uma linha vermelha: a da austeridade