Em tempo de eleições Costa vem a Matosinhos chorar lágrimas de crocodilo *

António Costa veio a Matosinhos afirmar que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade, tanta irresponsabilidade, tanta falta de solidariedade como aquela que a Galp deu provas aqui em Matosinhos”, referindo-se ao encerramento das instalações da refinaria em Leixões e ao despedimento de trabalhadores.

O Costa, primeiro-ministro, que fez esta compungida declaração é o mesmo Costa que deixou que tudo acontecesse.

Ou será que, para estabelecer a confusão, estamos perante um Costa bom e um Costa mau?

O Costa bom diz-se preocupado com a falta de sensibilidade da empresa que anunciou o encerramento da refinaria no próximo do Natal e com a falta de responsabilidade social porque a empresa não se preocupou com a requalificação dos trabalhadores.

O Costa mau que colaborou no planeamento do encerramento da refinaria e deu os passos para contribuir para a concretização desse objetivo, andando sempre de mãos dadas com a Galp em todo o processo, e não votou (o seu grupo parlamentar) favoravelmente a proposta do Bloco de Esquerda para proibir os despedimentos.

O aproveitamento político de um assunto que é um drama social é já, só por si, lamentável, ainda mais quando se trata de uma situação para a qual ele contribuiu de forma clara e decisiva. O Estado é acionista da Galp e pode interferir diretamente nas decisões da sua administração.

É fácil perceber que se não houver por parte de quem decide uma clara preocupação com a situação dos trabalhadores afetos às indústrias que mais contribuem para as emissões de gases com efeito de estufa e que vão ter que fazer a sua reconversão, estes vão ser abandonados à sua sorte.

Por este motivo se fala da importância da transição justa e de que os direitos dos trabalhadores, nomeadamente a adaptação às novas condições, seja garantida pelo Estado.

Esta campanha autárquica não precisava deste triste momento de aproveitamento eleitoralista, na ânsia da caça ao voto.

* Sílvia Carreira

Silvia Carreira | Esquerda

Dirigente do BE

Candidata autárquica em Matosinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.