O desafio ao PS traria eleições antecipadas?

O desafio ao PS para um novo caderno de encargos a meio da legislatura anterior seria uma proposta para definir novas metas e clarificar a autonomia do Bloco, face a um PS que se virava para a ortodoxia do défice e para a fixação das leis laborais definidas pela troika. A mais de dois anos das eleições, o PS não arriscaria uma crise mas, caso tentasse, ficaria claro de onde partiria a chantagem. A linha da “estabilidade” e do “bom senso” utilizada pela direção do Bloco para defender a repetição da gerigonça, apenas reforçou o PS. Era urgente confrontar o PS. Essa demarcação e uma nova proposta teriam dado ao Bloco melhores condições para a disputa eleitoral legislativa.

Sabe mais sobre a Moção E aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.