Estado de emergência – por Pedro Abreu

As ruas estão desertas enquanto, sob ordens do executivo municipal de Lisboa, prosseguem os despejos camarários. As trabalhadoras dos centros comerciais lutam para conseguir autorização para ir para casa proteger-se da propagação do vírus, enquanto os estivadores, com salários em atraso e sob ameaça de despedimento, garantem o abastecimento dos bens essenciais para todos. Um pouco por todo o lado os trabalhadores e a escassez de materiais param as linhas de produção de bens não essenciais, enquanto milhares de médicos aposentados se voluntariam para as trincheiras da guerra ao COVID-19.

Estas são as imagens de um povo em caos e desordem para quem é necessário decretar um “estado de emergência”.

Lê-se “a coisa” e não se acredita. Perante o espectro de uma gigantesca crise económica e social, onde está o direito à habitação e às condições necessárias para, como recomendam, “ficar em casa”? E o direito ao posto de trabalho?

Ah, mas podemos continuar a protestar, desde que não na rua, não em grupo e muito menos no local de trabalho (onde quer que alguém decida que isso vai ser).

Ouve-se a declaração da coordenadora do BE, após o voto favorável à “coisa”. Enuncia a proposta de um conjunto de medidas para assegurar os direitos económicos dos trabalhadores (moratórias nos pagamentos de rendas de casa, luz, água, comunicações, etc.). Medidas essas que, observo eu, sendo imprescindíveis para que as pessoas possam “ficar em casa”, uma vez aprovadas dispensariam a declaração de “Estado de Emergência”.

Fica então a pergunta: Será que não ocorreu a alguém da direção do BE que, para a vida das pessoas, as duas vias de abordar a luta contra epidemia do vírus são distintas e mutuamente exclusivas?

Pedro Abreu

Imagem de destaque: out of proportion – jovan91

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.